Publicado em 15 de agosto de 2018

O Orçamento Participativo instituído pela Prefeitura entra em suas etapas finais. Propostas dos cuitegienses farão parte do Orçamento do Município em 2019.

Os impostos pagos pelos cidadãos financiam as gestões públicas em todas as esferas. Porém, na hora de decidir a destinação desses recursos, a gestão do Prefeito Guilherme sempre chama a população a participar.

Em Cuitegi, faz tempo que é assim. Para colocar o cuitegiense como agente decisivo na hora de executar políticas públicas, a Prefeitura realiza o Orçamento Participativo.

 Foram solicitados no Orçamento Participativo em sequência:

  1. Segurança Pública
  2. Mobilidade urbana
  3. Praça de Saúde
  4. Ginásio de Esporte na zona rural
  5. Biblioteca Municipal
  6. Auditório para a saúde
  7. Auditório para a educação
  8. Campo de futebol
  9. Coletor de lixo
  10. Investimentos na área de educação, saúde e infraestrutura

“Esperamos contar com a presença de todos nos fóruns de debates. O encontro servirá para consolidarmos o conjunto de obras/serviços definidos pela população para comporem o Orçamento Municipal de Cuitegi 2019. As propostas de obras e serviços priorizados pelos moradores de cada localidade, após consolidada no Fórum, será enviada à Câmara Municipal juntamente com a Lei Orçamentária Anual (2019) do Município”, explicou o secretário mediador do encontro da OP no CRAS.

O prefeito Guilherme Madruga destacou a importância do Orçamento Participativo. “É uma iniciativa que permite à Prefeitura atender aos anseios da população. Estamos abertos a receber e acatar esses pleitos. Vamos trabalhar para que, cada vez mais, iniciativas como essas se proliferem e possamos construir uma Cuitegi cada vez melhor”, afirma o prefeito.

O contador Roberval Dias, destacou que o Orçamento Participativo vai muito além de obras. Ele afirmou que a população está planejando e participando das ações da sua cidade é de suma importância na elaboração e confecção do OP.

 

 

Veja também